sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

O dia 31 de março tem seu peso na história: foi nesse dia que começou a Guerra da Independência dos EUA, que inauguraram a Torre Eiffel, que foi extinto o Pacto de Varsóvia e que o golpe militar derrubou o Jango do poder.

É claro: tudo isso em anos diferentes, nenhum deles 1961… Mas é que para o 31 de março daquele ano outro acontecimento histórico estava previsto: o nascimento de Gerson Luiz Puccinelli Leonini!

Antes de desconfiar da importância da data, acompanhe: nesse dia, lá em Rio Grande, nascia um homem, pai, esposo, irmão, empreendedor, locutor, debatedor esportivo, diretor do Baguete e Colorado dos bons!

Não é pouca coisa! E desde aquele primeiro choro, muita coisa aconteceu. Afinal, é meio século de história... Aliás, ponha história nisso!

E é por isso que este blog está aqui: para que todos os que participaram desta trajetória possam contar seus “causos”, suas histórias, vividos ao lado de Leonini.

Fique à vontade, use este espaço para contar das emoções, experiências, batalhas, indiadas, gargalhadas, só não vale contar os podres. Esses, a gente deixa para comentar quando for um século inteiro, confiando que até lá ninguém lembre de mais nada mesmo...

Participa aí, o espaço para homenagear esta grande figura é teu!

22 comentários:

  1. Gerson tá queimando um óleo violento!

    ResponderExcluir
  2. Grande Gerson,

    Pessoa maravilhosa que aprendi a respeitar e admirar...pelo homem que és, pelo profissional que és, pelo pai de família que és e pela honra que me destes em ser dindo do Matheus...esses "50 anos" ficarão na história......certamente estaremos lá para brindar contigo. E dá-lhe colorado..........

    Vicente

    ResponderExcluir
  3. Pô meu primo, acho que não se faz nescessário nenhum comentário sobre a pessoa maravilhosa que és até porque se não fosse assim não teria sido tão bem recebido por todos de nossa familia especialmente por minha prima querida que com certeza tirou a sorte grande em ter um companheiro gente fina praca... e nós por outro lado ganhamos um grande amigo... um bj no teu coração......Mano, ´deia, Pham.

    ResponderExcluir
  4. Esse dia vai ser um dia IMPAR na história.
    Abraço
    Claudio P. Pickersgill

    ResponderExcluir
  5. Bueno, uma coisa foi muito marcante na convivência com o meu primo: "O ano que torci para os vermelhos". Nasci gremista, e morrerei gremista, porém no ano de 1987 quando tinha uns 8 anos (que por sinal é uma idade que somos facilmente influênciados), meus primos colorados conseguiram fazer a minha cabeça.
    Apesar de torcer neste ano para o "rival", a recordação que tenho foi de extremo companheirismo da parte do Guigui (Gerson) e do seu irmão, o Alemão. Nossa diferança de idade é de 17 anos, e naquela época quem me levava aos jogos eram eles, fora a quantidade de presentes "vermelhos" que os dois me davam.
    Efim, depois de um ano torcedo para o "rival" voltei a gloriosa realidade tricolor, e do qual nunca deveria ter saído.
    Mas bem lá no fundo foram boas as lembranças daquela época, não por causa do "time rival", mas pela forma que fui acolhido pelos dois primos, isso ficará marcado.
    Abração!!!

    ResponderExcluir
  6. Simone Kauri dos Reis2 de março de 2011 12:00

    Devo começar dizendo que eu e este menino, embora não sendo irmãos, compartilhamos da mesma mãe... Eu explico: é quando pequenos, lááá pelos idos dos anos 60, 70 (eu era praticamente um bebê!) nós éramos vizinhos assim, de casas lado a lado, no Bairro da Glória. A mãe do Guigui – Dona Enira – pessoa da mais alta qualidade, amorosa e querida, era como uma segunda mãe para mim. Eu vivia na casa deles e ela me contava historinhas, brincava comigo, me enchia de atenções. Mãe, né? Pois isto posto sigo com o meu relato. Naquela época eu tinha uns 4 ou 5 anos e o Guigui uns 9 ou 10 e ele estudava num horário louco, das 10 da manhã às 3 da tarde (ou coisa que o valha!) e de manhã, lá pelas 9 e meia, ele almoçava!!! Comia bifinho, batatas fritas, feijão, arroz... era muito surreal ver uma pessoa almoçar cedo da manhã, assim. Inesquecível! (mas ele nem se elembrava; inesquecível para mim!). Pois além de viver xeretando na vida alheia eu muitos jogos de botão esculhambei (eu era menorzinha e só criava confusão, como é de praxe com os pequenos...), muita brincadeira de “polícia e ladrão” desbaratei mas sempre tinha o meu amigo para me defender, ou pelo menos a mãe dele!!!!
    Guigui, a gente se perdeu de vista em meados dos anos 70 e só se reencontrou no início do século XXI... mas uma coisa eu posso dizer de ti: fora a cabeleira que era farta e longa, nada mudou – tu continuas sendo a pessoa muuuito querida que conheci e que podem se passar mais 50 anos e não vai mudar: serás sempre uma pessoa muito legal, de bons sentimentos e um guerreiro, que não se conforma com as adversidades da vida e vai em frente, lutando e ora vencendo ora perdendo, mas vivendo com honra e honestidade.
    Um forte abraço e tudo de bom para ti, Amigo!

    ResponderExcluir
  7. bá que meio seculo eu so tenho 8 anos mas agora a vida segue um forte abraço MATHEUS

    ResponderExcluir
  8. Amigo é coisa pra se guardar, debaixo de sete chaves, dentro do coração......Como é sabido, assim que fala a Canção da América de Milton Nascimento, e da mesma forma guardo tua imagem, no lado esquerdo do peito. Bem, o que posso falar de ti cunhado, grande homem, pessoa especial, amigo, inteligente, culto, parceiro e meu fiel companheiro de cervejadas e caipiras. Juntos já sorrimos, já brindamos e já choramos. Mas resumindo, cunha te admiro muiiiiiiiiiiiiiiiiiiito, tu vale ouro, por isso te adoro. Espero, de coração, que este aniver seja um marco em tua vida, e pra mim é uma honra fazer parte deste ultra, mega, super, big, ultra, hiper evento. Parabéns desde já. Forte abraço.

    ResponderExcluir
  9. 50 anos bem aproveitados!! Disso não tenho dúvidas, a contar o tempo em que mostrastes o cara legal que tu és. Da construção do Baguete ao apoio nos momentos mais complicados, onde o sonho não podia acabar, que, diga-se, foi e vem sendo bem conduzido não só pela competência, mas também por um empenho tomado por sentimentos de confiança e amizade, que as vezes não são tão verdadeiros entre os irmãos de sangue como os de coração. Tenho um carinho fraterno e sincero por ti. Saúde, alegrias e realiações no que falta para completar 1 século. Um abraço apertado e até a big festa. Taís Maidana

    ResponderExcluir
  10. anônima não...eu me minha limitações no mundo virtual. kkkkkk

    ResponderExcluir
  11. Acho que esse cara tem os 50 anos mais bem vividos! Conheço o Gerson há alguns bons anos.Fomos colegas de trabalho, lembra? A gente ganhava pouco(muiiiito pouco) mas levávamos tudo com bom humor. Foi uma fase de aprendizado e onde ganhei este querido amigo: o Gerson. Tu és uma pessoa ímpar, coisa rara hoje em dia. Felicidadessss (sim, no plural mesmo) tu és um grande cara. Beijo grande da sua sempre amiga.
    Aline Nogueira

    ResponderExcluir
  12. Bem, para falar de você só usando a canção de Roberto Carlos: "Eu tenho pra lhe falar, mas com palavras não sei dizer, como é GRANDE O MEU AMOR por você"! Maior que o meu amor, somente nossa alegria diária de dividirmos uma vida juntos. Vida essa com dificuldades, tristezas, emoções, mas acima de tudo a alegria de perpetuarmos um fruto desse amor, nosso amado filho Matheus. Agradeço a Deus pela possibilidade de divirmos nossos sonhos e conquistas. Feliz aniversário! Que Deus ilumine sempre teu caminho, com muita sabedoria para atingires teus ideais.Seja sempre essa pessoa simples e pura de coração que um dia conheci e meu apaixonei perdidamente, pois com você descobri o significado de um verdadeiro amor, com pés no chão, amizade, certeza de um amanhã melhor e acima de tudo que podemos ter aquilo que desejamos. UM ENORME BEIJO!!! MEU TESOURO!!! TE AMO!!!!Ilza

    ResponderExcluir
  13. Mas bah, o Gerson é daquele tipo de pessoa ímpar que sempre que passa pela vida de alguém deixa a marca de seu sorriso, um cara alto astral amigo que quem conhece sempre o guarda no coração,parabens tudo de muito bom pra ti e tua familia que diga de passagem eu adoro muito!!!!!Beijos Lizi, Alex e Pedrinho.

    ResponderExcluir
  14. O Gui? Conheço desde criança!! Bonitão, olho claro... Minha prima bem que arrastava uma asinha para ele. As paredes da casa dos meus avós viviam com marcas de bola de tanto ele jogar futebol na calçada com o meu primo...

    Crescemos separados, nos víamos muito raramente, até nos encontrarmos de novo lá pelos anos 80... Solteiro novamente, fazíamos parte da mesma turma de baladas. Nossa!! Muita festa!!

    Apesar de conhecê-lo desde sempre, nunca tivemos uma super intimidade, nunca trocamos confidências, nem choramos um no ombro do outro... Mas com toda a certeza do mundo, jogamos muita conversa fora, batemos muito papo-cabeça (bêbados e sóbrios), bebemos, dançamos, nos divertimos e demos muuuuuita risadas juntos. Um amigo nosso (Pantera) chamava ele de "rotação 78" só porque o Gui parecia dançar uma música bem mais rápida do que a que estava tocando.

    Enfim, celebramos a vida e é desta fase da minha vida que eu guardo as minhas melhores lembranças.

    O Gui é assim... Um cara parceiro, daqueles que a gente pode contar sempre. Inteligente, bem informado, gentil, atencioso, sempre tem uma boa dica para dar. Adora uma cerveja e o timão, claro! Em virtude dessa paixão colorada se tornou amigão do meu marido. Acho super legal como essa paixão em comum os une e os emociona, daquelas coisas de chorar junto com as vitórias (não vamos falar em derrotas, né?)

    Enfim, me sinto muito honrada por ter o Gui como amigo e me orgulho de fazer parte de uma parte da vida dele.

    Gui, que o maridão não se ofenda, mas... Te amo!!

    Beijão e super felicidade pelo seu aniver!!

    Com carinho,

    Ana.

    Ana Antunes

    ResponderExcluir
  15. Carla Schnarndorf2 de abril de 2011 18:36

    Cunha, tua festa tá showwwwwwwwwww. bj bj......

    ResponderExcluir
  16. oi pai tenha muita fé no coração


    asinado Matheus

    ResponderExcluir
  17. MUITA ALEGRIA E SUCESSO!!
    ABRAÇOS
    CAMILA

    ResponderExcluir
  18. Feliz aniver
    bjs Pedro,Marina,Rafael e Giovanni

    ResponderExcluir
  19. Gerson!!!
    Tua festa estava Show!!! Parabéns e que Deus ilumine sempre teus caminhos!!
    Te amo, meu Primo!
    Beijão!!!

    ResponderExcluir
  20. Parabéns pelo teu aniver, mas principalmente parabéns pela tua tragetória de vida: de filho querido, de sobrinho amado, de pai companheiro, de marido adorado e de amigo fiel.
    Vi na tua festa a quantidade de pessoas que gostam de ti e que te querem muito bem e isso poucos tem.... É de grande valor.
    Te desejo tudo de bom e muitos e muitos anos de convivência com a nossa família. Adorei a festa e estou adorando mais ainda nossa aproximação, contigo, com a Ilza e com o Mateus. Pode deixar que se depender de mim nos veremos sempre, não só umas 2 ou 3 vezes por ano.
    Abraços fortes e agradeço muito a oportunidade de ter trabalho para a tua festa.
    Alice Müller

    ResponderExcluir
  21. Feliz Niver!
    Pai te amo muuuuito!
    TE desejo tudo de bom e estarei sempre do seu lado, te adimito muito!
    Grande Beijo!

    Ju Leonini

    ResponderExcluir